quarta-feira, 30 de Julho de 2014

Eu, se tivesse dinheiro disponível, investia no BES


Sempre acreditei que podemos conquistar o céu investindo no Espírito Santo. O Espírito Santo é bem relacionado...



sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Notas de Leitura


‘Other nights I didn’t dream of anyone, but I woke up in tears. Meanwhile, Clara and I were writing to each other. Her letters were brief. Hi, how are you, it’s raining, I love you, bye. At first, those letters scared me. It’s all over, I thought. Nevertheless, after inspecting them more carefully, I reached the conclusion that her epistolary concision was motivated by a desire to avoid grammatical errors. Clara was proud. She couldn’t write well, and she didn’t want to let it show, even if it meant hurting me by seeming cold.’



ps A 'The New Yorker' abriu o arquivo ... 



quinta-feira, 17 de Julho de 2014

Vim visitar o meu blog


Continua lindo! 

Infelizmente não tive tempo de visitar os vossos. 
Lá chegarei...com tempo. Com tempo, lá chegarei...

ps Eu também continuo





quinta-feira, 10 de Julho de 2014

Para Totós



Andamos todos maravilhados com a nova cultura de informação alavancada pelas redes sociais e afinal isto era tão previsível.

Em 1974, Arthur C. Clark (autor de ‘2001-Odisseia no Espaço’) previa, assim, o futuro da internet:  







domingo, 6 de Julho de 2014

Desde que arranjaram o passeio os candeeiros da rua deixaram de acender à minha passagem


Nunca percebi porque é que os candeeiros ganhavam luz à minha passagem e nem sempre reparava no facto mas, quando reparava a minha imaginação fazia clique e disparava como uma faísca despoletada por um interruptor.
Via, ali mesmo, na minha rua um par de homens altos e verticais que, apesar da expressão fria, assumiam um lado paternal e protetor sempre que me aproximava. Tiravam o chapéu para me iluminar numa vénia e voltavam a colocar assim que entrava em casa, então a rua voltava a ser escura.
Havia dias em que ouvia os morcegos ordenar aos postes ‘Acendam-se, vem aí uma menina!’ .
 A lua, acusava-os de serem preguiçosos ‘Eu também acendo todas as noites!’ dizia, ‘há dias em que minguo e dias em que cresço mas, nunca deixo de acender!’.
As estrelas gozavam-nos, cintilavam de tanto rir. Gozavam-nos a eles e aos homens que tentaram imitá-las com a ciência mas, tudo o que conseguiram foi criar dois monos que não se aguentavam acesos.
Fui dotada de vidência adivinhando o momento a que se faria luz. E, de poderes mágicos! Bastava-me piscar os olhos para iluminar a rua toda.


Bem sei que passava a vida a queixar-me das pedras soltas e que tropeço muito menos agora mas… Sinto falta dos dias em que gerava luz!





sexta-feira, 4 de Julho de 2014

Para além das bolachas, chateia-me o lixo

O lixo e o facto de um de vós andar em França e não me ter convidado...Qual de vós anda na França? 
Eu gostava de ver Paris da França, do alto daquela espécie de poste de alta tensão gigante que eles têm por lá, como viu este senhor (aqui) ... da próxima vez convidam-me, ok?







Para evitar receber comentários de spam bloqueei a possibilidade de comentários anónimos. 
Não me levem a mal, estou farta de comentários que em troca de um elogio me remetem para sites de venda de extensores de pénis e outros produtos igualmente apreciáveis mas, que dispenso.
Fica um email na barra lateral para quem não tiver um user do blogger , ou para aqueles que me queiram contactar de outra forma que não a caixa de comentários.

Usem-no com moderação e ponderação! 
Se o fizerem eu risco de volta.

ps  Agora que já passou esta coisa chata de administrar o blog, vou arranjar um tempinho para vos comentar e fazer um post como deve ser. Os meus queridos seguidores já devem estar fartos destes posts que tenho por aí agendados... 










Culpa das bolachas



Andei uns tempos, ou melhor umas horas o que na era informática com a intensidade a que vivemos o avanço temporal é muito tempo, sem conseguir comentar blogs, nomeadamente o meu e a culpa era das cookies. 
Parece que enquanto eu me controlo para cumprir regras na ingestão de tão agradável snack o meu computador exige para si acesso ilimitado ao mesmo. 






ps Eu sou mesmo 'naba' nestas coisas da informática 




quinta-feira, 3 de Julho de 2014